viernes, abril 27, 2007

Para hérika sofrendo

Sofro da síndrome mais que líquida das águas
O véu que me tece o corpo
É essa
finúscula
veia
lágrima
Sal dentro de mim e no oceano
Sal e um verme tão pequeno
que me rói o pano...
Minha musa extra-gênero, Jorgena Braga.

5 comentarios:

vivi dijo...

"a sindrome mais que líquida das águas" só poderia vir de uma alma pertubada pelas metáforas.
beijos minha carequinha

Mundos de Sofia dijo...

cheguei no limite de não querer saber mais nada.
beijosss

yara b . dijo...

"Sal dentro de mim e no oceano"

atravessemos esse oceano a nado, mas atravessemos.

^^

Suhelen dijo...

dê cá um abraço??
\o
veia lacriminosa fininha...
=T

bjos, moça!!!

Fernanda Passos dijo...

Jorgeana( não é isso?) Braga.
Essa moça é muito, muito boa com as palavras. Lindo.
;)